Reticências


Encontro by Maria Gadu on Grooveshark

Se correr, vai ficar o rastro teu. Se ficar, deixarás marca maior. Se não for, vai abraçar alguma causa. É a lei da vida. Os ventos sopram a seu favor se você fizer por onde. A sua ventania começa onde você se deixa ser feito mais de si mesmo.

Onde você se conhece, quando sabe que as coisas conspiram da maneira que a vida pede, precisa. Você escuta sussurros ao longo do dia. Por tua própria consciência que te põe para dormir no travesseiro, sabes do certo e do errado que te ensinaram toda vida.

Toda e todas, completamente. Que haja bagagem boa e leve em você, pra que todos possam sentir tua paz e levar consigo nas "viagens ao âmago" que fizer. É o que lhe proponho, vá a lugares que você ainda não conheceu.

Descubra o porquê de você gostar tanto daquela cor, daquele doce, daquele filme, daquela melodia. Descubra que a paz do céu inteiro é sua se você estiver em paz. Descubra que se por em paz é fácil, basta ser. Assuma. Assuma que aquele canto vazio cheio de livros é seu refúgio, assuma que você nunca tem palavras suficientes para assumir tudo o que precisa. Mas assuma para você. Assuma para o mundo, mas seu mundo interior.

Ligue a música que canta exatamente você. Deixe-a se conectar com seus pontos parecidos. Deixe que a voz cante para tua alma ouvir. Abra tuas portas. Escute o que você tem a dizer.

Pense no que te faz ficar. Qual foi aquele teu abraço? O que te prende ao bem, à paz. O que te faz olhar pro céu e sentir que és imenso e tão desconhecido? O que te faz querer conhecer? O que te instiga em você. O que é, o que deixou de ser. O que vai, o que não quer partir.

Vá para o melhor lugar. Viaje, algum dia, para um canto que não conhece. Sorria. Irradie sua própria alma com uma felicidade pura. E me conta depois, se você não for, quem vai ser por você?

Larissa Mariano

Nenhum comentário:

Postar um comentário